Como saber se o Xiaomi é original

Como saber se o Xiaomi é original

Tempo de leitura: 7 minutos

Como saber se o Xiaomi é original

Os fones da Xiaomi são tipo as estrelas do show, e quem tem esses fones de ouvido sabe que não é papo furado, eles são simplesmente incríveis!

Só que, como nada na vida é perfeito, até esses fones viraram alvo de falsificações.

Alguém teve a ideia brilhante de criar versões “genéricas” com diferenças tão óbvias que chegam a ser engraçadas.

No início, a galera começou a vender essas imitações que mais pareciam paródias malucas dos originais.

Mas olha, a falsificação é um negócio sério, e eles foram ficando cada vez mais espertos nisso.

Infelizmente, muita gente acabou caindo nessa cilada e agora tá com uns fones de ouvido que são quase primos dos originais, só que não.

Mas, não precisa se desesperar! Se liga nas dicas e, se por acaso você já tá no time dos “quase originais”, cola no vendedor e dá aquela bronca, porque ninguém merece ser enganado, né? Fica esperto!

Confira a embalagem

Preste atenção, amigo consumidor, porque o jogo da autenticidade é mais sério do que parece! Antes de cair de amores por aquele produto incrível, dê uma olhada na embalagem.

Os falsificadores, os “artistas do engano”, geralmente usam materiais mais baratos para criar caixas que mais parecem feitas no improviso. É tipo querer fazer um bolo de chocolate usando farinha de milho, não rola.

A Xiaomi, que não é boba nem nada, dá umas dicas valiosas. Olha lá se a embalagem tá no mesmo nível daquelas exibidas pela fabricante na loja oficial.

Além disso, fica de olho nos detalhes, tipo fontes oficiais, desenhos em alto-relevo e cores que mais parecem saídas de um arco-íris animado.

Veja Também  Como saber se meu fone JBL é original

Se começar a aparecer o nome do produto com uma letrinha fora do lugar, é sinal de que alguma coisa está mais falsa que nota de três reais. Se cuida, e não caia na cilada da embalagem!

Cheque o acabamento do produto

Presta atenção nisso, meu amigo! Fones de ouvido falsificados são tipo o primo distante e mal-acabado dos originais.

De acordo com a Xiaomi, os verdadeiros são como o Brad Pitt dos acessórios, feitos com materiais top de linha, sem rebarbas ou qualquer imperfeição que te faça pensar “será que isso veio do planeta Terra?”.

Agora, olha só para as ponteiras de silicone desses fones. Se elas não forem macias e com um design que parece ter sido feito sob medida para seus ouvidos, desconfia.

As falsificações usam um material mais rígido que o seu tio durão no churrasco, e a última coisa que queremos é desconforto nos ouvidos, né?

E tem mais! O contato de carregamento é tipo o coração desses fones, e se ele for diferente do dourado chique padrão, é sinal de que algo está meio desafinado. O original é como um astro do rock, não oxida nem por decreto.

Então, se rolar uma cor estranha, pode crer que é mais falso que nota de quinhentos. Fica ligado e não caia nessa cilada sônica!

Teste a qualidade de áudio

Meu amigo, não seja pego na cilada do som embuste! Antes de dar uma de DJ e comprar um fone de ouvido, saca só essa dica da Xiaomi: os falsificados são tipo o show do calouro dos acessórios, com componentes internos mais pobres que piada sem graça. O desempenho sonoro deles é tipo um karaoke desafinado, não rola.

E se você é do time que curte fazer compras na loja física, dá uma de DJ na vida real e testa esse fone antes de levar pra casa.

Veja Também  Como limpar fone de ouvido branco

A Xiaomi promete um áudio que é tipo a orquestra sinfônica dos fones de entrada, mesmo sendo mais humilde.

Se rolar ruídos que parecem uma festa de gatos à meia-noite ou graves estourados que mais parecem fogos de artifício, meu amigo, desconfia!

É capaz de você estar prestes a levar um “xing-ling” sonoro pra casa. Fica ligado e não deixa o som te enganar!

Manual

Amigo, o manual desse negócio é tipo o guia do aventureiro no mundo dos fones de ouvido! Não adianta só dar aquela folheada, tem que se ligar nos detalhes, porque até nisso temos mistérios dignos de um filme de suspense!

Se for o manual chinês, a primeira parada é ver se você sabe decifrar mandarim – porque, se não souber, vai parecer que você tá lendo hieróglifos.

Na versão global, olha só pra foto dos fones! Se os camaradas falsificadores esqueceram desse detalhe, é porque estão mais perdidos que cego em tiroteio.

Ah, e tem mais detalhes, tipo tamanho e tonalidade. Não queremos fones que pareçam mini-orelhas de elfo ou que tenham uma cor tão fora de moda que até os anos 80 ficariam com inveja.

Fica de olho, meu chapa, e não deixa esses manuais te levarem para uma viagem ao desconhecido do mundo dos fones!

Desconfie da autonomia de bateria

Pode não ter um jingle publicitário próprio, mas o Redmi AirDots é tipo o astro da autonomia no mundo dos fones de ouvido!

Olha só essa pegada da Xiaomi: esse fone Bluetooth é praticamente um DJ que não tira folga, mandando ver nas músicas por quatro horas diretas.

E aí, quando a bateria dá aquela esgotadinha, ele ainda tem mais oito horas de energia guardadas no estojo carregador. É o tipo de fone que toca mais tempo que um pagode de domingo!

Mas, peraí, se você estiver com um “xing-ling” sonoro nas mãos, a história pode ser diferente. A qualidade das peças nesses falsificados é tipo uma festa de garagem, tudo meio improvisado e às vezes nem rola o tempo prometido de reprodução.

Veja Também  Pode dormir escutando música no fone

Se o seu fone parece mais um “Desafio da Torta na Cara” em termos de autonomia, desconfia, meu amigo!

Talvez você tenha caído na armadilha do “falso poder duradouro”. Fica esperto e não deixe sua playlist na mão!

Registro do código de identificação CMIIT nos fones

Amigo, se tem um detalhe que é tipo o detetive da autenticidade dos fones, é o famoso código CMIIT! Ele é tipo a assinatura secreta dos originais, escondido ali pertinho da saída de som dos fones. É quase como encontrar um tesouro no mapa do pirata, só que em versão eletrônica.

E não é só isso, meu chapa! Esse código esperto também dá as caras na embalagem do produto, tipo um cupido que juntou esses dois elementos para provar que o amor é real.

Se você não encontrar esse código mágico nos seus fones, é como se eles estivessem tentando bancar os originais sem documento de identidade.

Desconfie, porque talvez você tenha nas mãos um “Xerox-ling” sonoro. Fica ligado e não deixe esse código escapar, é a chave do mistério da autenticidade!

Confira a entrada microUSB do estojo

Olha só, meu amigo, se quiser desmascarar esses fones de ouvido “Xeroxing-ling”, é só dar aquela espiada na entrada microUSB do estojo carregador!

Nos falsificados, é tipo encontrar um cabo de malha na sopa, sabe? Entradas genéricas e de baixa qualidade que fazem uma ligação mais instável que uma piada sem graça.

E não para por aí, não! A maioria dessas entradas microUSB nesses aparelhos “paralelos” parece que tá no modo “greve” depois de algumas conexões.

É tipo uma porta que diz: “Chega! Não tô mais afim de trabalhar”. Se o seu cabo tá mais solto que a amizade de gato e cachorro, pode ser que você esteja lidando com uma entrada de baixa qualidade, digna de um Oscar na categoria “Pior Atuação em Conexão USB”.

Fica esperto e não deixe esses falsificados te enrolarem com entradas meia-boca!