Dormir ouvindo musica com fone de ouvido faz mal?

Dormir ouvindo musica com fone de ouvido faz mal?

Tempo de leitura: 7 minutos

Dormir ouvindo musica com fone de ouvido faz mal?

Hoje em dia, a galera tá se aventurando no universo dos fones de ouvido para uma soneca por motivos pra lá de variados.

Tem quem queira meditar, se acalmar ou relaxar ao som de uma musiquinha suave, e também aqueles que só querem se livrar dos ruídos chatos que teimam em atrapalhar o soninho.

A questão é que dormir de fones não é lá muito glamouroso. Os modelos convencionais (aqueles que grudam no ouvido) e aqueles grandalhões que cobrem a orelha toda, igual os usados por gamers e DJ’s, são meio inconvenientes, né?

Eu já tentei algumas vezes, não pelo prazer de dormir embalado por uma melodia tranquila, mas pra mandar o barulho lá de fora para bem longe.

Sabe como é, aquela rua agitada que vira palco de um show noturno.

Faz mal dormir com fones?

Relaxa, se você decidir mergulhar no mundo dos fones de ouvido para uma soneca e mantiver o volume na vibe “não perturbe”, não tem sinal de que sua audição vai sair prejudicada.

Mas, ó, fica esperto porque você pode acabar dando uma chance para as bactérias organizarem uma festinha no seu ouvido.

Se rolar umas bactérias por lá e você cobrir isso com um fone, elas podem se empolgar e causar uma bagunça, tipo uma infecção e até uma coceirinha simpática atrás das orelhas.

A dica da casa é sempre dar um trato nos ouvidos antes de dar play nos fones e fazer disso um hábito. Vai que as bactérias marquem bobeira, né?

Veja Também  Como saber se o fone jbl esta carregado

Incomoda dormir com fones de ouvido?

Se você é do time que curte dormir de barriga para cima, os fones de ouvido normais e os famosos earbuds podem até ser toleráveis – você sabe, aqueles que têm um encontro íntimo com o seu ouvido.

Agora, se você é do tipo que se joga de lado na cama, a coisa pode complicar, e esses fones podem até se transformar em vilões, dando uns beliscões nos seus ouvidos.

Agora, aqueles headphones grandalhões que abraçam a orelha toda? Não importa a posição que você escolha para dormir, eles sempre decidem fazer presença indesejada.

Mas olha só, o mundo evoluiu, e agora temos fones de ouvido feitos especialmente para o momento sagrado do sono.

Os SleepPhones, como são chamados, são praticamente uma obra de arte do sono, com alto-falantes magrinhos escondidos dentro de uma bandana superestilosa.

E o tecido? Fresquinho que só ele, sem provocar irritações na sua pele. O futuro é agora, minha gente!

Ouvir música antes de dormir ajuda a pegar no sono?

A ciência deu o sinal verde para o rock’n’roll do sono! Descobriu-se que dar uma dose de música antes de apagar as luzes não só ajuda a pegar no sono, mas também dá aquele upgrade na qualidade do descanso.

As criancinhas, então, são as mestres da festa do pijama musical. Desde os bebês prematuros até os mais grandinhos, todos estão dormindo feito anjinhos depois de ouvir um som suave.

Teve até estudo com bebês pré-festa, onde um musicoterapeuta certificado aplicou uma dose de melodia e ninar ao vivo. Resultado? Coração e pulmões dos pequenos dançaram a valsa do sono!

Mas não para por aí. Os veteranos da vida, entre 60 e 83 anos, que andavam em apuros com a insônia, entraram numa jam session de 45 minutos de música antes de cair no mundo dos sonhos.

E não é que, já na primeira noite, a galera jurou que a qualidade do sono melhorou?

Veja Também  Como saber se o Xiaomi é original

A música não é só o combustível do sonho profundo, é também o DJ do tempo para pegar no sono. Um grupo de mulheres com sintomas de insônia se jogou numa maratona musical de 10 noites.

Antes dessa festança sonora, elas demoravam de 27 a 69 minutos para pegar no sono. Depois? Apenas de 6 a 13 minutos!

É como se a música fosse o passaporte expresso para o país dos sonhos. Enfim, parece que o rock da noite tem lá seus benefícios, né?

Existe um tipo de música ideal para ouvir antes de dormir?

Bem, parece que os cientistas resolveram dar um rolê musical noturno com galera de 19 a 32 anos.

Eles pediram para essa turma escutar três tipos de sons antes de cair nos braços de Morfeu: músicas felizes, tristes e uns barulhos chamados “rosa”, que, por sinal, não tem nada a ver com cor-de-rosa, mas são sons filtrados para evitar distrações.

Cada cobaia… quer dizer, participante, passou cinco noites seguidas experimentando cada tipo de áudio designado, com duas noites sem música entre cada rodada.

O resultado? Parece que o baile das notas animadas e melancólicas roubou a cena, deixando o “ruído rosa” meio de lado.

A qualidade do sono melhorou para quem se jogou nas músicas, sem diferenças significativas entre alegres e tristes.

E olha só, a galera até relatou menos estresse e uma satisfação extra na vida no dia seguinte.

Então, se você quiser dar um upgrade musical antes de dormir, solte o som e vá testando diferentes ritmos até encontrar o que embala o seu sono.

Mas atenção, nada de músicas que causam emoções fortes, ok? Ninguém merece aquela canção que mais acorda do que relaxa.

Ah, e teve até um experimento com 100 cobaias… ops, pessoas, divididas em dois grupos. Um grupo curtiu diferentes tipos de música relaxante, enquanto o outro ficou na mudez.

Descoberta da festa: música relaxante realmente baixa a batida do coração e a pressão arterial. Parece que o coração também tem seu lado fã de música suave!

Veja Também  O que significa headset

O que escutar na hora de ir dormir?

Olha só, nos dias de hoje, parece que as músicas relaxantes estão meio que esquecidas quando o assunto é dar boa noite para o sono.

A galera tá mais para os ruídos brancos, aqueles sons que mais parecem o fundo musical da vida.

A maravilha dos ruídos brancos é que eles são como um amigo constante, não ficam inventando moda e não têm grandes reviravoltas enquanto você curte.

É tipo um relacionamento estável com o som, sabia? E ainda por cima, é a salvação para mandar o barulho chato lá de fora para o espaço. É o verdadeiro super-herói sonoro da noite!

Protetores Auriculares

Se você tá aí, mergulhado nos fones de ouvido, tentando fazer um mutirão para calar os barulhos do mundo, talvez seja hora de considerar os protetores auriculares para dormir. Especialmente se você está detonando o volume, indo além do recomendado.

Agora, sobre a ideia de casar os protetores auriculares com fones específicos, tipo os SleepPhones que já foram mencionados, eu digo: por que não?

A galera tem experimentado essa mistura maluca, e eu mesmo já entrei nessa onda. Não vi nenhum problema nisso.

Quem faz essa dobradinha geralmente tá com a missão de silenciar até o barulho do mosquito. É cada um tentando ser o mestre do silêncio por aí!

Alguns modelos de fones para dormir

Se você está na busca por fones de ouvido para se aventurar na terra dos sonhos, é melhor investir naqueles pequenininhos e sem fio, tipo os artistas da liberdade musical.

Assim, evita-se qualquer acidente noturno que possa te acordar abruptamente. E olha, se for para ter uma experiência de sono de alta fidelidade, procura uns que tenham cancelamento de ruído ativo.

Nada de deixar os roncos do seu vizinho atrapalharem a sua jam particular do sono.

Ah, e autonomia é a palavra da vez. Busque aqueles fones que aguentam pelo menos quatro horas de festa sem precisar recarregar.

Afinal, quem quer ser interrompido no meio da madrugada por um “bateria fraca”, né?

Se você curte a vibe da maçã, os AirPods da Apple são a escolha da galera famosa pelos seus cochilos noturnos.

E se você é do time Samsung, os Galaxy Buds 2 são os bad boys do sono sem fios. Então, prepara a playlist dos sonhos e bora dormir com estilo!